capa-adiós-me-voy-som-de-fogueira-despedida-facebook
PUBLICIDADE

Perdoe-me pelo trocadilho sórdido, irritante e que já deve ter sido levantado inúmeras vezes por aí, mas o Adiós, Me Voy finalmente fará jus ao seu nome: a banda infelizmente chegou ao fim. Daniel Morelo (voz), Lucas Carvalho (guitarra), Matheus Gonzaga (baixo) e Tito Zanotto (bateria) se encontram pela última vez numa derradeira apresentação no projeto Som de Fogueira desta terça-feira (27) na Rua da Lama.

Foram sete anos de estrada, premiações em festivais, um disco e shows no Espírito Santo, Minas Gerais e até Bahia. Mas, como sabemos muito bem, todas as relações são complicadas, até as mais frutíferas — e uma banda não poderia ser diferente.

Sou meio cabeça dura para terminar as coisas. Mas não adianta ficar insistindo. Em nome da amizade, de não deixar as relações desgastarem mais, é melhor agradecer o que passou e cada um seguir seu caminho,” confessou Morelo ao Século Diário, que acabou o descrevendo como “um marido à beira do divórcio.

A banda pode até ter chegado ao fim, como um daqueles relacionamentos que pareciam eternos, mas as boas memórias estão nas músicas, e elas jamais nos abandonarão. Por isso, não deixe de prestigiar por uma última vez o olhar misterioso que o Adiós, Me Voy sempre projetou em nós curiosos.

Local: Birita Casa de Cocktail; Av. Anísio Fernandes Coelho (Rua da Lama), 1741, Jardim da Penha, Vitória/ES;
Data: Terça-feira, 27/02/2018;
Horário: 20h;
Valor: Gratuito.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Divulgação/Facebook.

PUBLICIDADE