Auri discute canções de Resiliência em novas publicações no YouTube

capa-auri-resiliência-enyo-andrade-divulgação
Foto de capa: Enyo Andrade/Divulgação.
PUBLICIDADE

No dia 19 de Outubro do ano passado, a banda Auri fechou o ciclo iniciado em “Futuro” com o lançamento de Resiliência, um conjunto conceitual de cinco canções que discutem a capacidade de superar adversidades. “Todos os membros — na época em que a gente estava gravando — estavam passando por uma merda, sacou? Então, a Auri foi meio que aquela boia no meio da água turbulenta que [nos] ajudou,” confessa o vocalista e guitarrista Everton Radaell.

Meio ano depois, o quinteto também composto por Bruno “Kanela” Miranda (bateria), Thaysa Pizzolato (teclado), Danilo Galdino (guitarra) e Gabriel Hand (baixo) resolveu revisitar as canções de Resiliência e acabou de relançar “Homem de Lata”, “Lar”, “Cais”, “Sonhador de Pé Inchado” e “Manhã” em sua conta no YouTube.

Show do Supercombo agora terá dois palcos e duas novas atrações
+ Saiba como foi a primeira noite do concurso da Vitória Harley-Davidson
+ “Tem sido meu momento de catarse. Minha válvula de escape.” Everton Radaell e a resiliência da Auri

Para deixar este relançamento mais interessante, o grupo escreveu um parágrafo para cada música, explicando a mensagem que espreita por trás das metáforas proferidas por Radaell. Veja.

Homem de Lata

“Descreve alguém que pela sua experiência de vida não tem ou perdeu a capacidade de amar. Muitas vezes julgamos pessoas mais ‘fechadas’ como menos empatas e como seres mais duros, sendo que isso pode ser simplesmente um reflexo da falta de contato com o amor e com o não recebimento de carinho e compreensão. Afinal, somos aquilo que conhecemos.”

Lar

“Conta a história de alguém que se cansou das coisas erradas de onde veio e foi morar no espaço. Mas que depois percebeu que se afastar era o meio mais fácil e que o correto seria encontrar o ponto positivo e reforça-lo, ao invés de fugir e negar nossas origens, mesmo quando achamos ser algo ruim.”

Cais

“É uma música que fala sobre a resiliência através do amor. Existem milhões de casos onde pessoas são reféns de algum tipo de vicio, ou doenças, sejam essas psicológicas ou físicas, e ser auxilio para essas pessoas acaba sendo uma tarefa muito árdua. Assim como o mar, que hora tem seu momento de paz, hora é turbulento. Mas quando existe doação de verdade e total através do amor, é possível resistir e acalmar, sendo cais e transformando qualquer tipo de situação.”

Sonhador de Pé Inchado

“É uma música que fala sobre resiliência no âmbito financeiro/social, e discute o tema ‘meritocracia’. ‘Sonhador de pé inchado’ seriam todas as pessoas que possuem uma vontade e sonho mas que pra conseguir chegar até eles precisam andar muito mais. E por conta disso, o pé inchado. Existem milhões de pessoas que fazem um esforço absurdo todos os dias pra conseguir algo ‘simples’ que outras pessoas tem na vida como algo banal. Achamos importante dar voz a isso.”

Manhã

“É um mantra que descreve alguém em situação de exaustão, que clama por resiliência e resolução de seus problemas. A manhã simboliza a luz, o começo e o novo. Independente de quão duro tenha sido o dia, sempre terá uma próxima manhã para recomeçar e para que seja descoberto o novo. Onde passará todo mal e chegará aquilo que se espera.”

Texto: João Depoli; Foto de capa: Enyo Andrade/Divulgação.

Gostou? Clique aqui e curta nossa página no Facebook para não perder mais nenhuma matéria.