Whatever Happened to Baby Jane finaliza as gravações de seu primeiro álbum

whatever-happened-to-baby-jane-mozine-costella-karina-loyola
Foto de capa: Karina Loyola.
PUBLICIDADE

Após um incendiário show no Stone Pub no último dia 14, a guitarrista Lorena Bonna e a baterista Vanessa Labuto finalmente partiram rumo a São Paulo na última quarta-feira (18). Com um cronograma bastante apertado, seu objetivo era bem específico: gravar Luz del Fuego, o álbum de estreia da Whatever Happened to Baby Jane.

Ao chegaram na gélida capital paulista, a dupla se encontrou com seu padrinho e agora produtor, o músico Fabio Mozine (que na noite anterior havia participado de uma entrevista ao lado de Rodrigo Lima, vocalista do Dead Fish, no programa Azoofa Live). O trio então se enfurnou no renomado Estúdio Costella, junto do co-produtor Alexandre Capilé (Sugar Kane, Water Rats), e deu início à gravação do disco.

whatever-happened-to-baby-jane-costella-capile-mozine-karina-loyola
Time Luz del Fuego (Karina Loyola).

Em poucas (porém intensas) sessões, o grupo conseguiu finalizar o processo em tempo recorde ainda neste sábado (21)—e de quebra ainda teve tempo de fazer um show ao lado da banda We Suck As A Band.

“Sobrevivemos. ‘Luz del Fuego’ gravado e em breve sendo lançado. Não poderia estar em melhores mãos. Obrigada Mozine e Capilé pelo carinho. Estúdio Costella agora tem cheirinho de nossa casa também,” publicou a banda na noite de ontem (22), após voltar ao Espírito Santo.

“GRAVAMOS PORRA!!!! PORRADEIRO DOIDO,” publicou o orgulhoso produtor Fabio Mozine sobre as onze canções que integram o álbum. “Daqui uns dias teremos ‘Luz del Fuego’ em CD e digital, e quem sabe daqui alguns mais dias em vinil,” acrescentou.

Ficou curioso? Clique aqui e leia a nossa resenha sobre o show de pré-estreia de Luz del Fuego.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Karina Loyola.

Gostou? Clique aqui e curta nossa página no Facebook para não perder mais nenhuma matéria.