Com fragmentos de carta de Raul Seixas para ex-mulher, Sandrera lança videoclipe de “Querida Kika”

sandrera-querida-kika-videoclipe-raul-seixas-youtube
Foto de capa: Reprodução/YouTube.
PUBLICIDADE

“Hoje mamãe e eu acordamos emocionadas não só com a música, mas com clipe do músico Sandrera, que deu vida a uma carta que meu pai escreveu pra minha mãe quando já estavam separados,” publicou a filha do gigante Raul Seixas, Vivi, sobre “Querida Kika”—nova música do cantor e compositor capixaba Sandrera.

Com um arranjo composto pelo músico, a canção utiliza o texto da carta enviada por Raul à sua ex-mulher em janeiro de 1989 (poucos meses antes da morte do cantor). “Minha singela homenagem, mas de coração. Está ai o resultado do meu encontro com a carta,” comenta Sandrera sobre o videoclipe oficial da canção que lançou na noite de ontem (23).

O registro é o resultado de um trabalho que teve início ainda em 2014, quando o músico se deparou com a carta pela primeira vez. “Uma avalanche de sentimentos desmoronou em mim naquele momento. Saudades, choro, questionamentos, despencaram em mim, pois muito do que o Raul escreveu na carta, era o que eu sentia naquele momento,” desabafa Sandrera sobre o que lhe ocorreu durante a leitura daquele melancólico e comovente texto.

“Confesso: chorei de saudades suas hoje, ao ouvir as fitas de Elvis que você me mandou. A minha solidão aqui ultimamente tem sido dolorosa, mas que jeito? Eu desejava estar com você e nossa filha”

Com seu violão em mãos, o músico garante que arriscou um acorde e sua decisão se provou certeira: a música rapidamente estava pronta. “Era como se a canção [estivesse] ali na carta esse tempo todo e eu a enxerguei chorando um pouquinho,” comenta. Depois disso, ele só precisava entrar em contato com Kika e sua filha, Vivi—e foi isso que ele fez.

“Levei um tempo, tomei coragem e entrei em contato com a Vivi pelo Facebook. Entrei em estúdio com meu compadre Ded Bonfim, que produziu e fez uma [guitarra] linda para a canção,” lembra. “Numa tarde, em conversa com o Ademir Ribeiro e a Moustache Produção Artística, combinamos um [videoclipe], e em uma visita ao Did Art, decidimos filmar tudo em sua casa.”

Assista abaixo ao resultado desses últimos quatro anos de trabalho.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/YouTube.

Gostou? Clique aqui e curta nossa página no Facebook para não perder mais nenhuma matéria.

PUBLICIDADE