Primavera Estatal recruta novo baterista

Foto de capa: Divulgação.
PUBLICIDADE

O primeiro semestre desse ano foi um período conturbado para a banda de pop rock Primavera Estatal. Mesmo com seu EP de estreia recém-lançado, ela se viu desfalcada com a saída do baterista Tiago Vieira, que havia permanecido com o grupo pelos últimos dois anos.

Leia: Primavera Estatal: “O melhor meio de divulgação é a qualidade!”

“Saiu por motivos de indisponibilidade”, lamenta o vocalista e guitarrista Vinícius De Nadai. “Acrescentou em muito uma filosofia profissional ao grupo, em questão de venda de conteúdo, shows e diretrizes. Tem seu valor e a partir de agora temos obrigação de continuar o trabalho que ele deixou”, pontua.

PUBLICIDADE

Para não perder o momento do lançamento de seu EP, a banda logo se viu atrás de um substituto. “Passamos por uma fase com o baterista Gregory Ventura”, disse Vinícius sobre a primeira tentativa do grupo. “Ele acrescentou muito ao som, gravou um de nossos próximos lançamentos, porém não aconteceu de permanecer conosco”, finalizou.

Ao que tudo indica, parece que agora a Primavera Estatal finalmente encontrou um baterista definitivo—o quarto a passar pelo grupo. Seu nome é Matheus Canni e sua entrada aconteceu no final de julho, depois de um período frequentando os ensaios de uma outra banda do baixista Aulus Leonardelli, a Creatio. “O Nadai apareceu por coincidência e me viu tocando com eles de brincadeira, num intervalo, e demonstrou interesse no meu estilo de tocar”, afirma Canni, que recebeu o convite para entrar na Primavera Estatal pouco depois.

primavera-estatal-matheus-canni-novo-baterista
Matheus Canni, o novo baterista do grupo (Divulgação).

“Nos ensaios e shows foi mais fluido do que eu esperava”, garante Matheus sobre a química com Nadai, Leonardelli e o guitarrista Gustavo Lacerda. “Me senti renovado tocando com uma galera diferente que tem experiência pra compartilhar e receber”, comemora.

A banda se apresenta nesse sábado (25), na Skina do Speto, na Praia do Canto. O show terá início a partir das 20:30 e acontecerá na calçada, ao ar livre.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Divulgação.

Siga o Inferno Santo no Facebook e no Instagram e pare de passar vergonha dizendo que “no Espírito Santo não se faz música boa”!

inferno-santo-thumbnail-svg

PUBLICIDADE