Em meio ao entardecer carioca, Dok (Solveris) apresenta seu novo single “Rock”

Após “Freeverse”, de Leozí e Magro, integrantes do Solveris continuam movimentando seus projetos paralelos nesse mês com a nova de Dok

dok-solveris-rock-youtube
Vitor Van Dok canta seu novo single "Rock" (Reprodução/YouTube).
PUBLICIDADE

“Não esperem algo metódico vindo de mim”, enfatiza o cantor Vitor Van Dok sobre seu novo single, “Rock”, lançado nessa quinta-feira (27) pela UFO Records. “Sempre produzi meus beats e aprendi na necessidade por não querer usar beats da net. Curto muita coisa nacional e internacional, sempre filtrando o que se encaixa [à] minha personalidade. Quero buscar o máximo possível de alcance fazendo isso sem deixar de ser eu”, garante.

Um dos pilares do quarteto de R&B canela-verde Solveris, Dok também dispõe de uma carreira solo bastante produtiva. Com diversas canções em suas redes, ele recentemente disponibilizou um clipe para “VANDOK” e um áudio para sua parceria com Gxlden e Axel MC em “Enche Meu Copo”—que em breve deve receber seu próprio registro audiovisual.

Veja também: Inspirado em Vincent van Gogh, Dok (Solveris) lança videoclipe para “VANDOK”.

Agora, ele está de volta com um videoclipe para “Rock”, poucos dias após seu parceiro de banda Leozí estrear sua carreira solo com “Freeverse”.

PUBLICIDADE

Com beats produzidos por Nansy Silvvz e Soffiatti, a música foi concebida para projetar uma ideia de “lifestyle” e surgiu após uma conversa deles com Dok sobre suas vivências. “Ela brota, mas nunca planta/Medo de viciar na minha cama/Viagem foda, show tá pago/Ela no camarim e no quarto/Droga nova no meu carro/Novo nome no mercado/E eu fico como?”, canta o músico.

Veja também: “Potencial pra explodir muito mais”: Veja a entrevista do Solveris ao canal Vai Vendo.

Assista abaixo ao clipe de “Rock”, filmado no Rio de Janeiro pelo diretor Marcelo Ferreira, e não deixe de conferir o próximo show do Solveris no Stone Pub, em Vitória, no dia 6 de outubro.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/YouTube.

Siga o Inferno Santo no Facebook, no Instagram e no Twitter e pare de passar vergonha dizendo que “no Espírito Santo não se faz música boa”!

inferno-santo-thumbnail-svg

PUBLICIDADE