Ninetieth Storm libera seu ‘último orgasmo’ em EP póstumo

Após decretar o fim das suas atividades no início do ano, banda de death/metalcore divulga seu último EP, ‘The Last Orgasm’

ninetieth-storm-divulgação-facebook
Ninetieth Storm lança novo EP (Divulgação/Facebook).
PUBLICIDADE

“Orgulhosamente, apresentamos o último trampo da Ninetieth Storm”, diz a mensagem publicada nas redes sociais banda na última sexta-feira de setembro (28) para anunciar o póstumo EP The Last Orgasm.

Leia também: Devil’s Lab resgata cômica entrevista com a banda Ninetieth Storm.

Conforme anunciamos por aqui, a Ninetieth Storm foi uma banda de death/metalcore de Vitória que esteve na ativa de 2009 a março deste ano, quando encerrou suas atividades num show no Correria, em Vila Velha. O novo registro sucede o EP Into The Storm, lançado ainda em 2014, e, ao que tudo indica, reúne o material que a banda cogitava lançar no álbum Enslaved.

PUBLICIDADE

“Este EP reúne as gravações feitas antes do término da banda, com todas as músicas inéditas”, garante o grupo. “As gravações foram iniciadas em 2016, com Ronaldo Augusto no vocal, Arthur Lobo na guitarra, Antônio Denadai no baixo e Ariel Miranda na bateria. Nesse meio tempo, também tivemos as ilustres participações de Ramon Zinger no teclado, Paulo Macaxeira na guitarra e Cemir Almeida no baixo”.

Além dessa galera, quem também se apresenta em The Last Orgasm são os músicos Filipe Bragio (Terra Convexa), Ricardo Campanharo (Psychodeath), Bruno Max (Puritan) e John (Conceito Periférico).

Produzido, mixado e masterizado por Luan Albani (Devil’s Lab), o EP dura cerca de 19 minutos. Conta com cinco faixas, sendo que algumas já haviam sido divulgadas previamente pela banda.

Leia também: Silence Means Death libera seu álbum ‘Guilty as Charged’ no YouTube.

Ele abre com a sombria “The Beast Woke Up”, passa para a sanguinária “Death Before Dishonor”, segue na dobradinha em português “Ódio vs Ódio” e “Lágrimas do Palhaço” e tem seu fim com a urgente “Diabolical Executions”.

Ouça:

Texto: João Depoli; Foto de capa: Divulgação/Facebook.

Siga o Inferno Santo no Facebook, no Instagram e no Twitter e pare de passar vergonha dizendo que “no Espírito Santo não se faz música boa”!

inferno-santo-thumbnail-svg

PUBLICIDADE