YouTube volta atrás e clipe de “Primavera Fascista” faz seu retorno triunfal

Após comoção nacional, Setor Proibido consegue vitória sobre o YouTube e videoclipe de “Primavera Fascista” está de volta

primavera-fascista-adikto-setor-proibido-youtube
MC Adikto no clipe de "Primavera Fascista" (Reprodução/YouTube).
PUBLICIDADE

Desde o seu lançamento, no dia 23 de outubro, a canção-protesto “Primavera Fascista” já deu o que falar. Nela, o selo e produtora Setor Proibido reuniu os MCs capixabas BocaumLeoniAdiktoAxantMary Jane (Melanina MCs), Vk MAC e Dudu num cypher direcionado à ascensão da extrema direita brasileira no período anterior ao segundo turno eleitoral, deixando muita gente puta da vida.

Foi alvo de uma campanha de dislikes, enfureceu uma legião de fãs de um certo candidato, foi incontavelmente denunciada, bateu a marca de 1 milhão de visualizações em apenas alguns dias e foi então removida do ar pelo próprio YouTube no último dia 2. “Após análise, determinamos que ele viola nossas diretrizes”, dizia a mensagem publicada pela plataforma sobre o vídeo. Ela ainda foi além, concluindo com um: “Não permitimos conteúdo que encoraje atividades ilegais”.

Com a repercussão nacional que esse ato de censura teve, milhares de pessoas se mobilizaram e se colocaram ao lado do Setor Proibido na resolução deste problema. Enquanto o vídeo oficial estava fora do ar, diversos outros canais inclusive o postaram numa tentativa de perpetuar sua mensagem.

PUBLICIDADE

Felizmente, na tarde dessa segunda-feira (5) o YouTube voltou atrás em sua decisão de remoção do vídeo e colocou “Primavera Fascista” de volta ao canal do Setor Proibido. “Tentaram nos calar[,] mas o Setor Proibido é ZICA”, postou o beatmaker Tibery em sua conta no Twitter em comemoração à vitória.

Caso você ainda não tenha assistido ao vídeo, agora é a sua chance. Mas caso você já o tenha visto várias vezes, sempre tem espaço para mais uma. Se quiser cantar junto, clique aqui para as letras.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/YouTube.

Siga o Inferno Santo no Facebook, no Instagram e no Twitter e pare de passar vergonha dizendo que “no Espírito Santo não se faz música boa”!

inferno-santo-thumbnail-svg

PUBLICIDADE