Muddy Brothers vence o 1º Festival de Rock da Harley-Davidson

capa-muddy-brothers-youtube
Foto: Reprodução/Youtube
PUBLICIDADE

E os grandes vencedores do 1º Festival de Rock da Vitória Harley-Davidson foram os rapazes do Muddy Brothers! O grupo, que levou para casa uma Harley 883 como prêmio, foi uma das dezoito bandas que disputaram o título de “melhor banda capixaba” ao longo de várias etapas do festival. Debaixo de chuva, a final reuniu Yumi, Letal, HellRoute, Bad Guys e The Devils, que ficou com a segunda colocação.

The Muddy Brothers

Pautada no delta blues americano e no rock n’ roll setentista, a banda foi fundada em Vila Velha/ES, no final de 2012. Composta por João Lucas (vocal e gaita), Will Just (guitarra) e Renato Just (bateria), lançou seu primeiro álbum, Handmade, no ano seguinte e num esforço completamente independente. O disco contou com uma ótima recepção e trouxe ao grupo a confiança necessária para seguir em frente.

No mesmo ano, o trio desbancou outras 300 bandas e venceu o concurso Rock On Top, patrocinado pela AXE e Club NME Brasil. A vitória lhe garantiu a oportunidade de tocar no Festival Planeta Terra 2013 ao lado de Beck, Blur, Lana del Rey, The Roots, Travis e outros. Além disso, o concurso trouxe outros frutos ao Muddy Brothers, levando-os ao Red Bull Studios, em São Paulo, para a gravação do EP Seasick (2014). O resultado revelou uma evidente evolução na sonoridade do grupo, que apostou na experimentação, mas sem deixar a raiz blues de lado.

Em 2015, após uma série de shows pelo Brasil e uma mini turnê com os californianos da Radio Moscow, a banda resolveu fugir das pressões do convencionalismo da cidade grande e se isolou num sítio no interior de Linhares/ES para iniciar a gravação de seu segundo álbum. Sem perder o foco, o Muddy Brothers também encontrou um tempo para participar dos renomados Festival Vaca Amarela (Goiânia/GO) e Festival do Sol (Natal/RN) e acompanhar a banda sueca Jeremy Irons and the Ratgang Malibus.

Facing the Sky (Backwards) foi lançado em Abril de 2016 pela Läjä Records. O segundo disco do Muddy Brothers não cansa de surpreender. Mostra canções que vão ainda mais fundo na experimentação, além de apresentar uma temática com elementos de ocultismo e satanismo em suas letras.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/Youtube.