Veja como foi a última passagem da My Magical Glowing Lens pela capital paulista no Minas no Front

my-magical-glowing-lens-gabriela-deptulski-minas-no-front-filipa-andreia
Foto de capa: Filipa Aurelio/Divulgação.
PUBLICIDADE

“Acho que chega um momento da vida que a gente não é mais feliz completamente. A gente aprende que a vida é muito dura. A gente fica pensando muito em dinheiro e acaba esquecendo de coisas essenciais, que é a criação e a capacidade que a gente tem de criar conceitos morais e se transformar e se transvalorar,” desabafou a multi-instrumentista Gabriela Deptulski em sua última passagem pela capital paulista.

Suas palavras foram proferidas como introdução ao novo vídeo disponibilizado pela sua banda, a cósmica My Magical Glowing Lens. No registro produzido pela Dreamland, imagens captadas por Nayron Rodrigues sobrepostas pela canção “Sideral” mostram a passagem do grupo pelo Minas no Front, evento que ocorreu no dia 23 de Junho, no Sesc Pompeia.

PUBLICIDADE

Na ocasião, Deptulski foi acompanhada pelos músicos Pedro Moscardi (sintetizador), Henrique Paoli (bateria) e Hugo Noguchi (baixo) para divulgar o álbum Cosmos (2017). Celebrando o protagonismo feminino, a festa buscou promover a participação e a inclusão de mulheres nos palcos. O Minas no Front também contou com três dias de evento e viu shows de Dominatrix, Cora, Miêta, RAKTA e Ema Stoned, além da discotecagem de Camila Mazzini, Amanda Buttler e Lu Riot.

“Esse evento é muito forte, é muito importante pra dar visibilidade pra gente que é mina. Mesmo eu, que tenho que lidar com vários homens no dia a dia, estou aqui para representar a capacidade de liderança de uma mulher,” afirmou Gabriela, que iniciou a banda sozinha, em seu quarto, ainda em 2013, e que hoje continua atuando como produtora e arranjadora.

Veja:

A passagem da My Magical Glowing Lens pelo Minas no Front também foi filmada na íntegra por Clóvis Mendes. O vídeo completo do show foi recentemente disponibilizado no YouTube, e conta com as músicas “Tente Entender”, “Raio de Sol”, “Space Woods”, “Azul Cósmico”, “Sideral”, “Windy Streets”, “Noite Estrelada”, “Supernova” e “Portal”.

Divirta-se:

Deptulski e companhia voltam a São Paulo ainda em Julho para duas novas apresentações. A primeira delas acontece no próximo dia 22, no Centro Cultural São Paulo, ao lado do grupo BIKE. Na sequência, o próximo show será no Festival Circadélica 2018, em Sorocaba, no dia 28.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Filipa Aurelio/Divulgação.

Quer ficar por dentro do que acontece no circuito musical do Espírito Santo? Siga-nos no Facebook ou no Instagram e pare de passar vergonha dizendo que “por aqui não se faz música boa”!

PUBLICIDADE