GAVI discute visibilidade e sexualização das mulheres na arte em passagem por São Paulo

Em papo com a youtuber Ellora Haonne, cantora GAVI fala sobre suas experiências e convicções como uma mulher na arte

gavi-ellora-haonne-youtube
GAVI conversa com Ellora Haonne sobre mulheres na arte (Crédito: Reprodução/YouTube).
PUBLICIDADE

Durante sua última passagem por São Paulo, no final de agosto, a cantora GAVI se apresentou no Red Bull Station e no Festival Sonora Soma, um evento voltado ao protagonismo feminino na música. Aproveitando essa temática, a cantora também tirou um tempo para se encontrar com a youtuber, influenciadora e escritora Ellora Haonne, famosa por abordar temas como feminismo, comportamento e mais.

“A semana em São Paulo começou com o universo me dando de presente a luz de Ellora Haonne. Obrigada pelo acolhimento e por me apresentar o Clube da Luta e TANTA mulher foda! Eu sou uma nova mulher”, publicou GAVI sobre o encontro, que acaba de se tornar um vídeo no canal de Haonne. Nele, a dupla discutiu um tema importantíssimo e muito condizente com a passagem da cantora pela capital paulista: a visibilidade e a sexualização das mulheres na arte.

Leia também: GAVI esquenta novo episódio do Divirta-se Live Sessions.

No papo, que se estende por pouco mais de treze minutos, GAVI fala sobre problemas que encontra com técnicos de som, autoestima, a busca por um meio-termo entre exposição e a transmissão da arte, a necessidade de uma mudança na estrutura de contratações em festivais (para que mais mulheres sejam contempladas em seus line-ups) e mais.

“Mulheres, não desistam do seu sonho, da arte. Eu sei que é difícil. Algumas mulheres vão ter que dar umas três, quatro remadas enquanto algumas dão uma, mas não tem problema. Não vamos ser inimigas por conta disso”, aconselhou a cantora. “E mulheres que dão uma remada, prestem atenção nas mulheres que dão três”.

gavi-sonora-soma-brenda-carvalho
GAVI durante sua apresentação no Festival Sonora Soma (Crédito: Brenda Carvalho).

Se desdobrando entre idas e vindas pelos estados do sudeste para se apresentar em casas e festivais de renome, GAVI certamente vive o melhor momento de sua carreira. Com um EP de estreia lançado no ano passado (A Conta-Gotas), a cantora já perdeu a conta de suas conquistas em 2018—que incluem contratos com selos, diversos shows, viagens, homenagens, videoclipes, participações especiais, séries e mais. Ela inclusive aproveitou essa onda (cuidadosamente esculpida por intermináveis horas de trabalho) para anunciar que fará o lançamento de um novo EP ainda em 2018.

Enquanto esperamos esse novo registro ficar pronto, assista abaixo ao vídeo na íntegra da conversa entre GAVI e Ellora Haonne.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/YouTube.

Siga o Inferno Santo no Facebook e no Instagram e pare de passar vergonha dizendo que “no Espírito Santo não se faz música boa”!

inferno-santo-thumbnail-svg

PUBLICIDADE