Whatever Happened to Baby Jane vai gravar seu álbum de estreia em São Paulo

capa-baby-jane-single-youtube
Foto: Reprodução/YouTube.
PUBLICIDADE

Depois de lançar os EPs Inferno de Vida e Dolores no ano passado, chegou a hora da Whatever Happened to Baby Jane focar em um lançamento ainda maior. Para isso, Lorena Bonna (voz e guitarra), Ignez Capovilla (baixo e voz) e Vanessa Labuto (voz e bateria) acabam de anunciar que vão para a capital paulista gravar aquele que se tornará o seu primeiro álbum de estúdio.

A proposta inicial é registrar um montante de doze músicas no famoso Estúdio Costella e, para ajudá-las nesta tarefa, quem as acompanha é o seu padrinho (e agora produtor) Fabio Mozine. “Desde o início ele acompanhou a história da gente. Desde os primeiros relatos de que a banda estava para ser formada e desde a construção da banda. Ele sempre apoiou. […] Achou que ia dar certo… que era uma proposta bacana,” afirma Vanessa.

Além dele, a gravação e a produção do disco também ficarão a cargo de Capilé (Sugar Kane e Water Rats), que há pouco trabalhou com Mozine neste mesmo ambiente no último álbum d’Os Pedrero, Deu Um Treco no Teco-Teco (2018).

+ Whatever Happened to Baby Jane: “Tá na hora da cena punk feminista voltar.”
+ Whatever Happened to Baby Jane participa de tributo à banda Bulimia.
+ Confira “Deu um Treco no Teco-Teco”, o novo álbum d’Os Pedrero.

O trio aterrissa em São Paulo no mês de Julho para proceder com o processo de gravação e também para filmar um novo vídeo — sucessor do registro lançado no ano passado para “Teresa”.

Quando estiver concluído, o disco naturalmente será lançado pela Läjä Records, tanto em formato digital quanto físico. Ficamos no aguardo.

Texto: João Depoli; Foto de capa: Reprodução/YouTube.

Gostou? Clique aqui e curta nossa página no Facebook para não perder mais nenhuma matéria.